Quanto custa um site?

Quanto custa um site?

Se a gente ganhasse R$ 1 a cada vez que alguém nos fizesse essa pergunta, estaríamos ricos e não precisaríamos fazer sites. O que a maioria dos empreendedores quer saber é: Quanto custa um site?

A resposta é simples… e previsível: Depende!

Existem milhares de maneiras de se ter um site. Você pode até mesmo criar um site de graça, se quiser, com ferramentas que têm construtor de site, como a Wix, por exemplo, que é a mais famosa.

Mas existem várias questões mais complexas que circundam esse tema, e é sobre cada uma delas que falaremos neste artigo. Então, se você é um empreendedor sério e comprometido com o crescimento do seu negócio, nada de preguiça! Acompanhe este artigo até o final.

Por que ter um site hoje em dia?

Há um certo achismo de que, por conta da explosão das redes sociais, ter um site hoje em dia é algo ultrapassado. Essa informação está completamente equivocada. Aliás, nunca foi tão necessário ter um site como nos tempos atuais.

Veja abaixo porque ter um site hoje em dia é tão importante

Captação de Leads: Você tem lá a sua audiência nas redes sociais e precisa trazer ela para algum lugar. Geralmente para uma lista de e-mail. Para que você consiga capturar o e-mail do seu público, será necessário oferecer algo em troca. Esse ‘algo’, geralmente é conhecido no mercado do marketing digital como ‘conteúdo isca’, ou ‘conteúdo rico’. Pode ser um E-book, um infográfico, um artigo, ou um vídeo tutorial.

Geralmente funciona assim: Você disponibiliza esse material em algum lugar, coloca junto um formulário de inscrição, sua audiência preenche o formulário, recebe o material e, em troca, você tem o e-mail dela em uma lista.

A pergunta que não quer calar é: Onde você vai disponibilizar esse material? Onde você vai publicar os artigos, colocar o infográfico, postar o vídeo ou disponibilizar o e-book para download? Resposta: No seu site!

Outro exemplo:

Marketing de conteúdo: Também tem a ver com captação de leads, mas vamos pensar em produção de conteúdo relevante para a audiência. Ninguém te segue por acaso. Se você tem uma audiência nas redes sociais, é porque ela se interessa por algo que você oferece.

Supondo que você queira escrever uma série de posts com dicas sobre algum assunto. Onde você vai escrever esses posts? Resposta: No seu site!

Mais um, só pra finalizar essa parte…

Presença online: Se você tem uma loja e seu cliente precisa de alguma informação sobre seus produtos ou serviços, ele provavelmente vai até lá. Você está presente no mundo real. Você tem uma loja (ou escritório). Se você não tem, tudo bem, você pode ser um empreendedor digital. Aí é muito mais relevante que você tenha um site.

Na internet, quando um cliente quer saber algo sobre você o que ele faz? Pesquisa no Google! Se você não estiver lá, adeus! Ele vai acabar achando um concorrente.

Geralmente, a primeira coisa que aparece quando um cliente digita o nome da sua empresa no Google, o que é? O seu site!

Agora vamos à resposta da pergunta de um milhão de reais.

Quanto custa um site?

Para criar um site profissional você gastará algo entre R$ 2.5 mil e 10 mil. Mas, como dissemos antes, isso depende. Mas vamos entender por que depende.

Construtores de sites gratuitos

Sim! Existem construtores de sites gratuitos. Aliás, para fazer site em um deles não é necessário nem ter conhecimento técnico em programação. Tudo funciona na base do arrasta e solta.

Muitos empreendedores que estão começando a criar sua marca na web optam por essas ferramentas. E elas são boas, de verdade. O único problema é que para se fazer um site realmente profissional, que traga resultados, numa ferramenta dessas, você precisa passar por três etapas:

  1. Entender pelo menos um pouco de design gráfico, criação de layout, tratamento de imagens e edição de vídeos.
  2. Saber pelo menos o básico sobre hospedagem de sites, transferência e registro de domínios e configuração de DNS.
  3. Saber um pouco de Google, de como o Google funciona, como ter uma boa estratégia de SEO e como configurar as ferramentas de indexação do Google, como Google Analytics e Google Search Console.

Sem saber isso você pode até criar um site bacana, mas que provavelmente não será visitado por ninguém.

Tem uma outra questão: Quanto tempo você tem para investir criando você mesmo o seu próprio site e estudando cada um dos tópicos acima? Quais outras áreas do seu projeto de empreendedorismo você está disposto, ou disposta, a abrir mão para dedicar tempo a fazer uma atividade que não faz parte do seu conhecimento técnico ou prático? Pense nisso!

Agências e profissionais de webdesign

Uma alternativa à criação de sites em ferramentas gratuitas é a contratação de uma agência de publicidade ou de um profissional de marketing.

Vale a pena? Do ponto de vista da qualidade, sem dúvidas, vale! Desde que, claro, você contrate uma agência e/ou um profissional de qualidade. Mas e do ponto de vista financeiro?

Você é empreendedor, está começando agora na web, tem dinheiro para investir na contratação de uma agência ou de um profissional renomado? Quanto isso vai te custar?

Quanto custa um site?

Entre R$ 2.5 mil e R$ 10 mil, dependendo da estrutura e de quem faz. Estamos falando de um site profissional.

Além desse custo de criação, você precisa levar em conta mais dois fatores. Custo do registro de domínio, que é relativamente baixo. Um domínio nacional, por exemplo — .com.br — custa R$ 40 por ano. Um domínio internacional — .com, ou .net — varia entre R$ 16 e R$ 50. Além do custo do domínio tem o custo da hospedagem de sites, que varia entre R$ 15 e R$ 80 por mês, dependendo do servidor em que você hospeda.

Então, colocando na ponta do lápis, a criação de um site institucional básico, pode custar em torno de R$ 7 mil. Claro, construídos por agência ou por profissional de marketing sérios.

A faixa de preço de que estamos falando está baseada na tabela atualizada da ADEGRAF – Associação dos Designers Gráficos do Distrito Federal.

Cuidado com o mercado informal

Há também o mercado informal, sabe? O sobrinho do cara que sabe fazer sites mas não tem tempo… Nesse mercado você vai achar sites bem baratos, mas sem a garantia e o suporte de uma empresa séria por trás.

A questão é: Será que esses sites vão trazer o retorno que você espera e precisa?

Preciso de um site, não sei criar sozinho e não tenho como investir. E agora?

Graças à era da chamada ‘Economia Criativa’, há algumas opções interessantes para se criar um site realmente profissional, dentro do mercado formal, sem precisar investir centenas ou milhares de reais — ou dólares, em alguns casos.

Algumas empresas, como a Meusite57, ajudam empreendedores que estão iniciando suas atividades na web a terem um site pagando apenas um pequeno valor mensal. No caso da Meusite57, como o próprio nome diz, uma equipe de profissionais cria o seu site do zero — ou reformula um site que você já tenha — e ainda oferece benefícios como hospedagem gratuita e contas de e-mail personalizadas, por R$ 57 mensais.

A vantagem desse tipo de negócio é que você não precisa pagar um alto valor para criar um site, e depois ainda ter que pagar um valor mensal para hospedar o site.

Outra coisa interessante é que a Meusite57 oferece atualização mensal gratuita e revisão constante da tecnologia do seu site, evitando que ele fique desatualizado ou defasado.

Como posso saber mais sobre isso?

Se você está empreendendo e precisa de um site, e quer entender melhor como funciona a Meusite57, vou deixar um link logo abaixo.

Este artigo está chegando ao final e esperamos que o conteúdo dele tenha de fato tirado as suas dúvidas e te ajudado de alguma forma. Se foi relevante pra você compartilhe em suas redes sociais. Se tiver alguma dúvida ou alguma observação, deixe um comentário no final.

Como prometido, segue o link para criar um site por R$ 57 > www.meusite57.com.br

Obrigado por ler e até a próxima.

Deixe uma resposta

Fechar Menu